Home manual de boas práticas
No images
Manual de Boas Práticas

O aparecimento da FLEXPUR no mercado de aglomerantes de poliuretano para a indústria da cortiça teve por base o aproveitamento da vasta experiência que o grupo CORDEX tem na área dos poliuretanos e a localização estratégica relativamente a alguns operadores de referência do sector corticeiro. A experiência de uma jovem equipa no domínio da química dos poliuretanos, nomeadamente nas espumas flexíveis, e o fácil acesso a informações e soluções técnicas inovadoras, em resultado do contacto facilitado com as principais referências mundiais neste mercado, surgiram como garantias do sucesso da aposta nesta área de negócio.


Definindo estes factores como alicerces do seu projecto, a FLEXPUR surge com o objectivo de se apresentar como um parceiro privilegiado dos seus potenciais clientes na valorização dessa marca nacional que é a cortiça. Para conseguir atingir esta meta e consciente da necessidade de adquirir conhecimentos na vertente da interacção entre os aglutinantes de poliuretano e a cortiça, a FLEXPUR procurou, desde o início, estabelecer como ponto de diferenciação um estreito relacionamento com os seus clientes, de forma conhecer aprofundadamente os seus processos produtivos e identificar possíveis problemas e pontos passíveis de melhoria.


No decurso dos sucessivos contactos que a FLEXPUR estabeleceu com alguns clientes, foram identificadas lacunas ao nível do conhecimento das características dos pré-polímeros que utilizavam e da sua interacção com a cortiça. Nesse sentido, tomamos a iniciativa de elaborar um manual, o qual pretendemos que seja uma ferramenta útil para o desenvolvimento de novas soluções ou melhoria dos produtos existentes. Não constitui objectivo deste manual substituir os conhecimentos já existentes nas empresas mas contribuir com informação complementar com vista à eventual melhoria de processos e/ou produtos. A FLEXPUR acredita que os poliuretanos podem aportar melhorias substanciais dos produtos aglomerados apresentados ao mercado.


Este manual deve ser encarado como um exercício generalista, que resume e apresenta um conjunto de práticas que poderão ser implementadas de forma a maximizar as propriedades dos produtos resultantes da utilização de pré-polímeros de poliuretano. No entanto, cada situação é única e poderão ser necessárias adaptações particulares de forma a optimizar cada processo. As informações aqui transmitidas são resultado de estudos internos e correspondem aos nossos melhores conhecimentos, pelo que não são garantia de que se aplicarão a todas as situações.


O manual tenta abordar todas as variáveis que podem influenciar o processamento de aglomerados de cortiça, nomeadamente:

 

  • Temperatura do pré-polímero, sua influência na viscosidade e na mistura com o granulado;
  • Quantidade de pré-polímero utilizada e relação com a granulometria da cortiça;
  • Humidade da cortiça;
  • Distribuição dos diversos componentes pelo granulado. Tempo de mistura dos diversos componentes e factores que afectam alteram eficiência da mesma;
  • Condições ambientais;
  • Condições da extrusora (velocidade e temperatura) na produção de rolhas;
  • Tempo de consumo das misturas;
  • Temperatura durante a mistura.

 





Copyright © 2017 Flexpur - Polimeros de Poliuretano, S.A.. Todos os direitos reservados.